britney-spears-recording-studio

“Red Hot Lipstick”: Ouça música descartada do “Blackout/Original Doll” e veja detalhes da gravação

  • 14 de março de 2018

O produtor Doug Elkins divulgou por conta própria uma música feita por ele durante as sessões de gravação do álbum que virou o “Blackout” (2007). Aparentemente a música já estava na internet (de forma bloqueada) desde 2013, e foi divulgada hoje, junto com detalhes da gravação.

Confira a tradução da mensagem divulgada pelo produtor:

“Eu produzi e co-escrevi essa canção para/com Britney Spears. Eu poderia escrever alguns capítulos sobre a minha vida profissional com Britney Spears, mas desde que eu sempre escolhi ser muito discreto sobre esse assunto, eu irei apenas algumas coisinhas aqui:

1) Britney canta. Eu constantemente implorava para que ela parasse de mascar chiclete na cabine (sem sucesso), mas ela realmente consegue cantar quando coloca seu coração no projeto. Eu fico muito irritado quando a vejo dublando (que é quase sempre).

2) Eu sei que é ridículo se sentir mal por alguém tão rico e amado como Britney, mas quando eu vejo aquele olhar de gente medicada a la “Francis Farmer” em Britney, e suas apresentações não tão apaixonantes que vieram depois desse período, eu realmente sinto que ela não está totalmente ali.

Um dos momentos mais animadores da minha carreira profissional foi quando Britney entregou essa canção como parte de um cd finalizado para sua gravadora, Jive Records. Enquanto eu esperei durante meses para descobrir o destino da canção, eu assistia horrorizado junto com o mundo seu casamento implodindo, e ela ficando completamente maluca. “Blackout”, o álbum que foi lançado logo após o seu cabelo crescer (ao menos o bastante para conseguirem colocar extensões capilares) não continha nenhuma das canções enviadas originalmente para a gravadora. Eu tenho que admitir que “Blackout” foi muito bom… tirando a parte que, é claro, não tinha a minha contribuição.

Gostaria de saudar Christian Janson (também conhecido como Noterock) por entrar na canção e arrasar, como sempre!”

 

Pela descrição de Doug, parece evidente para os fãs que a música pode estar entre as sessões do famoso álbum descartado “Original Doll” e o “Blackout”. Não fica claro, no entanto, para qual projeto ele foi pensando realmente.

Você pode ouvir a música nesse link.

Comentários do Facebook
Licença Creative Commons
Este texto autoral está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.britneyonline.com.br.