britney 2000 SNL triste reflexiva

Hiato indefinido: estamos há mil e um dias sem lançamentos de Britney

  • 15 de agosto de 2019

O sofrimento coletivo atingiu um novo nível: já se passaram mil e um dias desde o último lançamento musical de Britney – o “Glory” e o single de “Slumber Party” – e seguimos sem nenhuma previsão de quando esse hiato terá fim.

O perfil Britney Charts no Twitter fez um levantamento dos maiores períodos de espera entre lançamentos na carreira nesses 20 anos:

1º – Slumber Party até hoje – 1.000 dias
2º –
B In The Mix 1 (“And then we kiss”) e Gimme More – 667 dias
3º –
Britney Jean e Pretty Girls – 517 dias
4º –
Boys e Me Against the Music – 442 dias
5º –
The Singles Collection (“3”) e Hold It Against Me – 427 dias

Vale lembrar que o décimo álbum de Britney estava em estágios iniciais de pré-produção quando foi anunciado uma pausa sem previsão na carreira em Janeiro de 2019, junto com o cancelamento da residência “Britney: Domination”.

Até o momento não há previsão para retorno dos trabalhos, já que Britney está focada em resoluções da vida pessoal – que incluem a tutela que cuida do seu bem-estar e dos seus negócios. Rumores indicam que as coisas só vão começar a andar depois que Britney tiver uma resposta definitiva da situação de sua conservadoria, que tem uma sequencia de audiências previstas nos próximos meses.

No entanto, tivemos alguns vazamentos após a divulgação de “Slumber Party”, que inclui “I´ve been loving you too long”, um cover gravado por Britney em 2007 e que vazou em abril deste ano. Em julho de 2018 foi divulgada a também inédita “Let me Take You There”, gravada em 1997.

Ainda em 2019 tivemos um novo mix com vocais inéditos para a já vazada “Luv the hurt away”, gravada originalmente para o “…Baby One More Time”. A nova versão foi divulgada pelos produtos da faixa, o grupo “Full Force”; ouça:

Só nos resta torcer para que tudo se resolva o mais rápido possível, e que Britney se sinta bem para retornar aos trabalhos o mais rápido possível.

Comentários do Facebook
Licença Creative Commons
Este texto autoral está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.britneyonline.com.br.