circus

DailyMail: Em carta inédita escrita na era “Circus”, Britney diz que sua equipe e tutores a ameaçavam de perder os filhos caso não fizesse o que eles queriam

O jornal inglês Daily Mail publicou nesta quinta (30), uma carta que foi escrita por Britney entre 2009 e 2010, na qual ela fala sobre si em terceira pessoa. O texto, que ocupa três páginas de caderno, aparenta ter sido escrito por Britney se passando por uma pessoa próxima, e foi direcionado para a imprensa ou para a revista People (não fica claro), respondendo a uma entrevista do Kevin que havia saído na People de dezembro de 2008 (leia aqui, em inglês, a entrevista que Kevin deu à People ).

Capa da People de Dezembro de 2008: “Kevin Federline quebra o silêncio: “minha vida com Britney” – O casamento, divórcio, seus medos, o surto dela: “Eu realmente fiquei muito preocupado com ela”



Traduzimos a matéria do Daily Mail e a carta na íntegra abaixo:

Manchete original: ‘Armaram para me silenciar.’ Britney Spears escreve carta inédita contando como ela foi ameaçada por sua equipe no ápice dos seus problemas, a levando a uma internação e a perder a guarda dos seus filhos
Escrito por CHEYENNE ROUNDTREE para o DAILYMAIL.COM

“Britney Spears afirmou que foi silenciada por sua equipe durante o auge de seus problemas, enquanto ela via seus filhos serem levados ao ser internada em uma clínica psiquiatra, em uma carta nunca antes vista, obtida exclusivamente por DailyMail.com

Spears, que escreve a carta na terceira pessoa, alega que armaram para ela, quando ela foi colocada em espera psiquiátrica após trancar-se no banheiro e se recusar a entregar um de seus dois filhos para seu ex-marido Kevin Federline em Janeiro de 2008.

Ela acusa sua equipe de “controlar sua vida” e de ficar “constantemente ameaçando” que seus filhos fossem levados se não cooperasse com eles.

A nota manuscrita foi dada a uma pessoa de confiança de Britney entre 2009 e 2010 e só agora recebida pelo DailyMail.com. A carta descoberta surge quando novas preocupações sobre o bem-estar de Britney ganham a mídia depois que ela alegou que seu pai a havia internado em um centro de saúde mental em abril e a forçou a tomar medicação contra sua vontade.

Confira os manuscritos:

O BritneyOnlineBR verificou e confirmou que a letra, de fato, é da Britney.

Traduzimos abaixo a carta na íntegra:


“Depois de ler o artigo do Kevin para a People, fiquei impressionada com o fato de o foco estar na mãe vendendo uma história para a revista, em vez do Kevin. O que aconteceu com Britney foi um ano atrás e as pessoas precisam seguir em frente. Enquanto Kevin continuar dizendo que ela se divorciou dele… Ela foi forçada a se divorciar pelos advogados, pois foi visitá-lo em Nova York e ele não quis vê-la ou as crianças, então os advogados disseram para ela se divorciar antes que ele o fizesse.

Com isto, Kevin tentou se fazer de vítima na história, o que é praticamente irrelevante. O fato dela festejar há dois anos não tem nada a ver com a situação atual. Ela é uma pessoa completamente diferente e a maioria das brigas deles (Kevin e Britney) era por ele acordar às cinco da manhã para fumar maconha.

Ninguém fala essas coisas dele porque ninguém sabe a verdade. A atitude dela ao se trancar no banheiro quando tomaram as crianças é compreensível, considerando que o amigo dela à porta ficou dizendo: ‘Não se preocupe, a polícia está indo embora, fique aí dentro.’ Mentiram e armaram para ela. Tomaram os seus filhos e ela perdeu o controle como qualquer mãe faria sob tais circunstâncias. Ela pagou um preço caro pela próxima visita também. Ela não obedecia ao empresário – ele se descontrolou e quis assustá-la.

Britney foi impedida de falar sobre qualquer coisa que realmente acontecia. As pessoas controlando a vida dela ganharam três milhões nesse ano. Ela adoraria ter novas pessoas como responsáveis por tudo, mas, se fizer alguma coisa, ela é ameaçada de perder os filhos para os próprios curadores.

Então até quando isso vai durar? Enquanto as pessoas continuarem sendo pagas, ela não terá direito algum, o que pode demorar um pouco, mas não resolve nada. Todos fazem alguma coisa para calar a Britney. Alguém menciona que a Janet Jackson entregou o filho ao irmão? Tomara que ela não o faça com esta criança.

Britney deu um apartamento de dois milhões de dólares ao irmão. À mãe, uma propriedade de quatro milhões na Louisiana, e ao pai, o melhor emprego da indústria do entretenimento. Ela é uma pessoa muito generosa e adoraria ter o respeito que merece”.

A matéria do Daily Mail continua:

O insider disse ao DailyMail.com que Spears escreveu a carta para esclarecer as circunstâncias em torno de sua internação psiquiátrica em 2008 e dar o seu lado da história.

Ele disse: ‘Eu acho que ela estava frustrada com o que estava acontecendo e com o que estava sendo relatado e dito pela imprensa. Ela não costuma ter a chance de falar o que pensa e ser ouvida. Ela é atenciosa e doce.”

Spears começa a carta, que está escrita na terceira pessoa, ao dar uma olhada no ex-marido Federline e no colapso do casamento em 2006.

‘Ela é uma pessoa completamente diferente e a maior parte de sua luta foi feita na época, desde que ela começou a se irritar com o Kevin acordando para fumar. Então, Kevin tentando bancar a vítima inocente dificilmente é bom [sic]. Ele a deixou e deixou os bebês também”

Na carta Britney borda os eventos que a levaram a ser colocada em uma clínica psiquiátrica em janeiro de 2008.

Federline estava em sua casa para buscar seus filhos, Preston e Jayden, que na época tinham dois e um anos de idade, respectivamente, como parte de seu acordo de custódia.

Spears trancou-se com Jayden em um banheiro e se recusou a entregá-lo, e a polícia foi chamada.

Quando eles chegaram, eles notaram que Spears estava sob a influência de uma substância desconhecida.

A estrela pop, que tinha 26 anos na época, foi retirada de sua casa amarrada a uma maca e colocada em uma ambulância, que a levou para um hospital.

Spears escreve na carta: ‘Seu comportamento quando seus filhos foram tirados porque ela se trancou no banheiro é compreensível, considerando que a pessoa na porta dizia que os policiais estavam partindo, “não tem problema se você ficar no banheiro”.

Britney então voltou sua raiva para sua família e as pessoas que estavam ganhando dinheiro com ela.

Ela escreve: ‘Agora, este ano, Britney foi silenciada e impedida de falar sobre qualquer coisa que esteja realmente acontecendo.”

“As pessoas que controlam a sua vida fizeram 3 milhões de dólares este ano”, finaliza o DailyMail com as citações.

Leia aqui a matéria original, em inglês, no site do DailyMail.

Comentários do Facebook
Licença Creative Commons
Este texto autoral está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.britneyonline.com.br.