kevin

Advogado de Kevin Federline acusa Britney de privilégios

  • 3 de agosto de 2018

Aparentemente a batalha judicial envolvendo o aumento de pensão de Kevin Federline não vai acabar tão cedo. Segundo informações do site The Blast, o advogado do ex-dançarino, Mark Vincent Kaplan, acusa Britney Spears de estar usando seu status de estrela para contornar o sistema processual da corte: “O Tribunal Superior da California não é o Coachella Music Festival, não há passes VIP”, teria dito ele, acrescentando que a popstar se recusou a fornecer quaisquer registros e que não receberam nenhum documento relativo ao processo.

No entanto, o juiz do caso não está convencido de nenhuma irregularidade por parte de Spears. A advogada da cantora, Laura Wasser, alega que Federline e seus pedidos “excessivamente amplos” são uma forma de assédio, e defende que por anos sua cliente sempre pagou ao pai de seus filhos no prazo, além de financiar todas as atividades dos meninos a todo custo. O juiz tomou partido de Britney, e coube a K-Fed ordenar uma nova audiência.

Ainda de acordo com a mesma publicação, o pai de Britney, Jamie Spears, chegou a oferecer um extra de 10.000 dólares por mês para Kevin, sendo este aconselhado pelos seus advogados a não aceitar tal proposta.

Em maio, o TMZ revelou que Federline deseja receber uma quantia triplicada da pensão, atualmente no valor de 20.000 dólares.

Comentários do Facebook
Licença Creative Commons
Este texto autoral está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.britneyonline.com.br.